A Sweet Coffee Week é um evento que ocorre em Natal - RN a qual reúne diversas cafeterias locais, onde cada estabelecimento oferece um combo, composto por um doce, um salgado e um café, ou dois doces e um café, por um preço fixo, que no caso dessa edição foi R$ 18,90. Essa é uma ótima oportunidade para conhecer novos lugares, se encontrar com amigos, ter uma experiência relaxante.

Eu nunca tinha tido a oportunidade de ir, afinal, o evento ocorre por poucos dias, e eu sempre estou muito ocupada para participar. Mas, nessa 4° edição do evento, tive a oportunidade de ir no último dia e de última hora, com meu pai e minha irmã.

Fui em um café chamado FitNeza Coffee.
Um dos diferenciais desse café é a diversidade de produtos low carb, livres de açúcar branco, sem glúten, sem lactose, feitos com ingredientes orgânicos, e livre de contaminação cruzada. Eles também oferecem produtos veganos, vegetarianos, sem proteína do leite e diet.
Então, tem opção para seu amigo saudável, vegano, alérgico, para todos os gostos!

Mas vamos ao que interessa...
Combo: Cake de Oreo Artesanal  + Coxinha de batata doce com shitakes salteados em ervas + Café Creme Cioccolato (ou Espresso).  Além de ser sem glúten e sem lactose, o combo é vegano caso você opte pelo espresso.
Eu e minha irmã pedimos o combo. No dia, estavam oferecendo além do Cake de Oreo Artesanal, o Cake de Brownie Crocante. Cada um pediu um sabor para experimentar. Meu pai preferiu um Cappuccino e uma Coxinha de Tilápia.

Eu adorei demais o combo, estava precisando de uma "gordice" mais leve, que não me deixasse com tanto peso na consciência por não estar na minha melhor fase em relação a exercícios e alimentação saudável. O Cake de Oreo não é muito doce, o que eu achei maravilhoso, porque eu sempre acho esse tipo de bolo doce demais e enjoativo. O Cake de Brownie Crocante era mais doce, porém nada que meu paladar rejeitasse, e olhe que geralmente eu não aguento comer mais de três brigadeiros comuns que já passa da minha cota de doce. A Coxinha de shitakes estava ótima, fiquei com vontade de quero mais, e espero voltar lá mais vezes para comer, até outros sabores veganos também, tipo bacon vegano e carne de caju. Eu esperava um pouco mais do Café Creme Cioccolato, é muito bom porém eu achava que teria um sabor mais característico e menos comum; detalhe que esse e outros cafés do local podem ser feitos com leite vegetal e se tornam mais uma opção vegana.
De modo geral, o combo valeu muito a pena, o preço do combo foi justo, e foi uma experiência incrível conhecer um lugar que eu tinha vontade de conhecer a muito tempo. Com certeza participarei das próximas edições do Sweet Coffee Week e espero conhecer muitos outros estabelecimentos e provar outros sabores.
Não comentei sobre as escolhas do meu pai porque ele sempre gosta de tudo haha, e também não provei o que ele pediu.
Localização do FitNeza Coffee: Rua Desembargador João Dantas Sales, 1653, loja 3 (Ponto de referência: loja Clarim e Suzuki - Av. Salgado Filho)

Horário de funcionamento: Ter à Sex de 13h às 20h, Sáb e Dom de 14h às 20h.

Pessoas que moram em Natal, já participaram desse evento?
E quem não é de Natal, tem algum tipo de evento desse tipo na sua cidade?

Tata.


Faz um tempo que eu venho pensando nesse assunto, e dessa vez tomei coragem para expor.
Hoje eu vim aqui falar sobre assédio sexual.
Já falei disso algumas vezes, mas nunca de forma direta, detalhada, nem falando do que aconteceu comigo.
Não citarei nomes de ninguém, até porque isso já aconteceu a muito tempo e não quero constranger pessoas que também foram envolvidas indireta ou diretamente sem o consentimento delas.

O que é assédio sexual?
"O assédio sexual consiste numa manifestação sexual, alheia à vontade da vítima, sem o seu consentimento, que lhe cause algum constrangimento, humilhação ou medo. Assim, o assédio sexual pode ser tipificado como crime ou contravenção penal, dependendo da conduta do agente." Fonte: Estadão.

Dito isso, vim contar um caso que aconteceu comigo quando eu tinha cerca de 16 anos.

Certo dia, eu fui ao cinema com algumas de pessoas que frequentavam um grupo de uma instituição religiosa a qual eu frequentava. Todos bastante conhecidos, amigos a mais ou menos 3 anos, tudo normal. Entramos na sala de cinema, e o filme começou. Ao meu lado esquerdo, sentou minha irmã, e ao meu lado direito, sentou um homem recém casado na época que também participava desse grupo. Ao lado dele estava sentada a esposa.
Depois do filme ter começado, senti uma mão na minha coxa direita, achei estranho, mas ele poderia ter colocado ali sem querer, não sei. Afinal, ele estava sentado ao lado da esposa, ele não faria aquilo por querer. A mão dele permaneceu ali, imóvel, e eu, mais imóvel ainda, para que a mão dele não pudesse ir para algum outro lugar mais constrangedor. O filme acabou, saímos do cinema, fomos lanchar. Ele agiu de forma natural, conversou com todo mundo, inclusive comigo, como se nada tivesse acontecido. Então, deveria ser coisa da minha cabeça.

Tempos depois, esse mesmo homem começou a ter conversas estranhas comigo no chat de uma rede social. Achei um pouco suspeito, mas talvez ele só queria manter uma amizade. Ele era casado, dizia ser cristão, então eu poderia estar errada. Ele começou a me chamar para sair sozinha com ele, ir à praia ou ao cinema, só nós dois. Sempre pedia, no final da conversa, para que eu apagasse tudo o que a gente tinha conversado, eu sempre dizia que tinha apagado, apesar de não fazer. A partir daí, comecei a ver que eu não estava ficando louca. Ele estava sim me assediando.

Pensei que poderia tomar conta sozinha da situação. Fomos ao cinema novamente com aquele grupo de jovens, fiz de tudo para evitar, porém ele conseguiu sentar ao meu lado novamente, no mesmo esquema. Dessa vez, a mão dele se movia, e ia para lugares que eu não queria que fosse. Comecei a me movimentar de forma que eu pudesse me esquivar daquela situação, sem muito sucesso. Eu já disse diversas vezes aqui que sou extremamente tímida, e em acontecimentos como esse, eu não consigo agir, eu entro em pânico e não consigo me mover direito ou falar qualquer coisa.

Todas as oportunidades que ele tinha de ficar sozinho comigo, ele aproveitava para passar a mão em mim, na minha perna, nas minhas costelas, nas minhas costas...
Tentei lidar com a situação, mas isso se estendeu por mais de um ano. Até o dia que eu descobri que ele fazia isso com minha irmã, dois anos mais nova que eu, e com outra amiga minha. Sempre tive um instinto protetor em relação a minha irmã, e foi por causa disso que resolvi tomar alguma atitude. Conversei com ela e com minha amiga e todas falamos com nossos pais.
Meu pai resolveu que seria melhor falar com o líder da instituição, para que isso não virasse uma tempestade em um copo d'água de maneira desnecessária. O líder me perguntou se eu tinha provas do que tinha acontecido, e eu disse que sim. Então ele resolveu fazer uma reunião, onde meus pais estariam presentes, o homem casado em questão, os pais da minha amiga, minha amiga, eu e minha irmã. Eu e minha irmã preferimos não comparecer porque estávamos muito constrangidas.

Na reunião, o homem confessou o que tinha feito, chorou, disse estar arrependido, e foi "disciplinado" pela instituição, ou seja, foi condenado a estudar mais a bíblia e sair das lideranças as quais estava responsável. O líder da instituição ainda falou para o homem inventar uma desculpa (lê-se mentira) para dizer a mulher o motivo de não estar tão ativo na instituição como antes. A mulher dele não merecia saber, e ela era "braba" demais, poderia querer se divorciar.

No final de tudo isso, o homem parou de nos assediar, mas sempre me olhava de forma estranha, e nunca mais olhou nos meus olhos.
Mas, por que eu voltei com algo que me aconteceu a tanto tempo?
Recentemente descobri que esse homem assediou outras cinco meninas, e que todas elas tinham falado com o líder da instituição, porém ele nunca as levou a sério. O líder me pediu provas, mesmo sabendo que aquilo poderia ter sido real, e agiu como se tudo aquilo fosse novidade.
Também vi que existia uma certa proteção com algumas pessoas que frequentavam aquele espaço. Um assediador pode continuar frequentando aquele lugar, enquanto uma garota que escolheu namorar com um não evangélico teve que escolher entre a instituição e seu relacionamento, e foi excluída de forma extremamente agressiva.
Me peguei pensando em quantas outras meninas ele assediou, e se ele realmente estava arrependido ou só disse aquilo por causa da pressão a qual ele estava submetido naquele momento.

Se eu pudesse voltar atrás, eu tinha feito diferente. Não tinha procurado um líder religioso para resolver a situação. Tinha procurado a delegacia. Então, eu venho aqui, para te pedir, que se algo do tipo acontecer com você ou com alguém que você conhece, não se cale. Denuncie.

Tata.


Nesse dia dos namorados, não estou em clima de romance, por isso resolvi fazer uma postagem para todas as meninas que tiveram seus corações partidos.
Na verdade, vou ajudar essas meninas a superarem o término com o ex, através de uma playlist maravilhosa.
Não vou descrever música por música, vou só deixar a playlist rolar, ouça a música, sinta a vibração.

Gente, não é pra ficar de sofrência não e nem ficar pensando em ex, é só uma forma divertida de descontrair.

1. Shout out to my ex - Little Mix
"Shout out to my ex, you're really quite the man
You made my heart break and that made me who I am
Here's to my ex, hey, look at me now
Well, I, I'm all the way up
I swear you'll never bring me down"


2. IDGAF - Dua Lipa
"You say you're sorry
But it's too late now
So save it, get gone, shut up
'Cause if you think I care about you now
Well, boy, I don't give a fuck"

3. Best Thing I Never Had - Beyoncé
"I wanted you bad
I'm so through with that
'Cause honestly you turned out to be the
Best thing I never had"

4. Same Old Love - Selena Gomez
"I'm not spending any time, wasting tonight on you

I know, I've heard it all
So don't you try and change your mind
'Cause I won't be changing too, you know"

5. We Are Never Ever Getting Back Together - Taylor Swift
"We are never ever, ever getting back together
We are never ever, ever getting back together

You go talk to your friends, talk to my friends, talk to me
But we are never ever, ever, ever getting back together"

6. Loka - Simone & Simaria feat. Anitta
"E bota uma moda boa
Vamos curtir a noite de patroa
Azarar uns boy, beijar na boca
Aproveitar a noite, ficar louca

Esquece ele e fica louca, louca, louca
Agora chora no colo da patroa, louca, louca"

7. Camarote - Wesley Safadão
"Agora assista aí de camarote
Eu bebendo gela, tomando Ciroc
Curtindo na balada, só dando virote
E você de bobeira sem ninguém na geladeira
Pra aprender que amor não é brincadeira!"

8. Até o Tempo Passa - Marília Mendonça
"Se até o tempo passa, imagina o seu amor?
E esse arranhadinho no meu coração
Soprou, passou, passou
E o tempo levou
Se é pra viver sofrendo, eu vou sofrer com um novo amor"

9. Amor Falso - Wesley Safadão e Aldair Playboy feat. Kevinho
"E parabéns pra você
Que me fez entender
Que minha paixão não é você
Obrigado
Por demonstrar esse amor falso"

10. Vai Vendo - Lucas Lucco
"Comprou essa ilusão
Achou que eu ia me afundar na solidão
Esse arrocha é pra você que achou que eu tava aqui sofrendo (uh!)
Vai vendo (uh!)"

Vocês adicionariam alguma música a essa playlist?
Conhecia alguma dessas músicas?

Tata.


Faz um tempo desde a última vez que falei sobre relacionamento à distância aqui.
Por mais que eu não esteja mais em um relacionamento à distância, já estive um e sei bem como é o sentimento. Mesmo que o meu não tenha dado certo por certos motivos, sei que pode dar certo quando ambas partes querem de verdade, mas também sei que não é nada fácil.
E, por isso, trouxe um texto para ajudar e inspirar vocês.

É muito fácil falar de algo quando você não está vivendo aquilo.

Vocês acham que é fácil saber que falam coisas sobre você do tipo:
Ela tá com você pelo seu dinheiro.
Na verdade ela só quer vir morar aqui.
É puro interesse.
Provavelmente ela te trai.
Ela nem gosta de você.
Não sei o porquê você ainda insiste nessa relação.
Você já deveria ter acabado com isso a muito tempo.

Ou ouvir coisas do tipo:
Ele não gosta de você.
Por que você ainda está sofrendo por esse relacionamento?
Você está sofrendo à toa.
Termina e segue o baile.
Existem muitos homens por aí, pra quê ficar se prendendo a alguém que está distante?
Se ele gostasse mesmo de você, já teria casado e te levado para lá.

Mas o que ninguém ver é o companheirismo.
O amor e o carinho envolvido.
As crises de relacionamento onde o único motivo é a saudade.
É ter que se contentar em apenas conversar quando não se pode abraçar.
Considerar um término, mas não conseguir terminar porque o sentimento é maior.
É confiar mesmo depois de ouvir comentários maldosos.
Os dias ruins que ambos temos, mas que um está lá pelo outro, dizendo que tudo vai ficar bem.
É ter esperança que em breve a distância vai deixar de existir, mesmo sem saber quando isso vai acontecer.

É difícil, difícil demais.
Mais difícil do que deveria realmente ser.
Quase difícil o suficiente para fazer um coração não aguentar.
Mas com equilíbrio tudo se torna possível.
Como dizem, o amor supera tudo.
Ou quase tudo.

"(O amor) Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." - 1 Coríntios 13:7

Tata.



Sábado passado (02/06) foi o meu aniversário de 24 anos.
São 24 primaveras. Algumas primaveras foram floridas, e outras um tanto chuvosas.
Houveram momentos em que eu pensei em desistir de tudo, mas também tiveram tempos em que eu não sabia se eu poderia ser mais feliz.
Então, nada mais justo do que fazer um texto dizendo 24 razões que eu tenho para agradecer.

Sou grata por tanta coisa, sou grata...
1. Pela minha mãe, uma mulher forte e sábia, que sempre está ao meu lado, me corrige quando estou errada e é dona dos melhores conselhos.
2. Pelo meu pai, sempre presente, engraçado, que me apoia em tudo o que faço, e faz de tudo para eu ser feliz.
3. Por minha irmã, minha companheira de aventuras e minha melhor amiga.
4. Pela minha família que sempre está presente nos momentos mais importantes da minha vida e nas minhas conquistas.
5. Por Khaleesi, minha cadelinha que me trouxe felicidade em uma fase difícil, e que me lembra o significado de amor todos os dias.
6. Por meus amigos, que por mais longe que estejam, sempre se mostram prontos para me ajudar quando preciso.
7. Pela faculdade, uma oportunidade que eu escolhi para mudar a minha vida, e que ainda vai me levar muito longe.
8. Pelo blog, que é meu espacinho pessoal, onde eu divido tudo com vocês, e me liberto, mostro o que sinto, e me ajuda a passar pelas dificuldades da vida de forma mais suave.
9. Pelas metas, que me fazem ver que sou capaz.
10. Pelos livros que li, e mudaram minha maneira de analisar o mundo, me mostraram outras realidades, e outras formas de pensar.
11. Pelos filmes que assisti, que me fazem sair da realidade quando preciso, me fazem rir, chorar, pensar.
12. Pelas viagens que fiz, os lugares que conheci e as culturas diferentes, me mostraram o quão perfeito é o mundo, e pela diversidade que temos.
13. Pela minha psicóloga, que me ajuda a entender minha ansiedade, timidez e tristezas, e me ajuda a superá-las.
14. Pela natureza, e todos os animais e plantas que existem, pela alimentação que sai dela e pela sua perfeição.
15. Por minha saúde, que mesmo não esteja sempre perfeita, me faz funcionar e eu sei que posso cuidar sempre dela.
16. Por minhas memórias, sendo boas ou ruins, me fazem lembrar de momentos que me fazem ser quem sou, me ajudam a não cometer os mesmos erros e me fazem sorrir.
17. Pelo meu lar, meu refúgio, minha casa, onde eu me sinto bem e segura.
18. Pelos desafios, que são muitos, mas me fazem mais sábia e forte.
19. Pelos privilégios, por ter tudo, por ter comida em todas as refeições, por poder me dedicar à faculdade, por ter dinheiro para pagar os boletos.
20. Pelo agora, por eu estar aqui, por poder respirar, sentir e me dar chances de ser feliz.
21. Pelo amanhecer, o sol lá no alto que me faz enxergar um novo dia, uma nova chance de recomeço, de fazer diferente.
22. Pela minha vida, por tudo o que eu vivo, por todo o conjunto que me faz ser eu mesma.
23. Pela salvação que Deus me deu, por menos merecedora que eu seja, Ele me libertou dos meus pecados e me salvou.
24. Por Deus, simplesmente por Ele ser.

E você, já pensou em algum motivo que você pode ser grato hoje?
Tata.



Cá estou eu mais uma vez super feliz trazendo um Guest Post para vocês. Esse post é da Carolina Santos, leitora que já fez outras duas colaborações aqui no blog, 6 Razões para Namorar um Geek e Como Conseguir Mais Facilmente Emprego. Recomendo a leitura e deixa um comentário pra gente saber o que você achou!
Se alguém também deseja colaborar um pouco com meu espacinho, é só mandar um e-mail para: blogjesuistata@gmail.com
Aceito críticas, elogios, parcerias e tudo mais :)
Tata.

O chá preto é uma das bebidas ou bebidas mais apreciadas no mundo.
É um dos chás mais populares e é bem conhecido por suas qualidades antibacterianas e antioxidantes e está cheio de benefícios para a sua saúde como irá já ver de seguida.
Fonte: Tumblr

O Que É Chá Preto?
O chá preto é o tipo mais comum de chá servido sem leite.
É feito da planta do chá cientificamente conhecida como “Camellia sinensis”.
O nível de oxidação dá-lhe a cor e sabor únicos, que variam do âmbar ao castanho escuro e salgado ao doce.
A diferença entre o chá preto, verde e branco é a maneira como eles são processados.
Durante o estágio de processamento, o chá preto é fermentado e oxidado. Por outro lado, o chá verde e o chá branco não são fermentados.

Benefícios Para a Saúde do Chá Preto
Este chá surpreendente é conhecido por suas qualidades curativas e outros benefícios para a saúde.

Os benefícios mais poderosos são os seguintes:

1. Previne Doenças Cardíacas
Altas quantidades de flavonóis, teaflavinas e derivados de ácido gálico presentes no chá preto ajudam a reparar disfunções nas artérias coronárias em pacientes cardíacos.
Ele também reverte o funcionamento anormal dos vasos sanguíneos, o que pode levar a derrames, aterosclerose e outras condições cardiovasculares. Portanto, todos os que bebem é a uma diminuição do risco de doenças cardíacas contratação.

2. Prevenção de Câncer
A presença de teaflavinas no chá preto destrói células anormais no corpo antes que causem qualquer dano importante ou se transformem em células cancerígenas.
Ele ajuda a evitar mama (especialmente as mulheres na fase pré-menopausa), do ovário, do estômago, e pele cancro .
Também ajuda a elevar o nível de hormônios globulínicos durante o ciclo menstrual.

3. Reduz o risco de Diabetes
A ingestão de chá a longo prazo está associada a níveis reduzidos de glicose no sangue em jejum e a taxas mais baixas de diabetes tipo 2 .
Os principais compostos bioativos do chá preto são os polifenóis, que apresentam menor índice glicêmico.

4. Previne AVCs
Beber mais de uma xícara de chá preto ou verde diariamente ajuda na prevenção de acidentes vasculares cerebrais.

5. Melhora a Digestão
O chá preto é rico em taninos e outros produtos químicos que têm um efeito positivo e relaxante no sistema digestivo do corpo.
Esta qualidade anti-inflamatória do chá também é útil para curar desordens digestivas.
Os compostos químicos presentes no chá preto também combatem as úlceras do estômago.

6. Atividade Antibacteriana
Os polifenóis do chá são conhecidos por sua atividade antibacteriana.
Pode ser um tratamento efetivo para os pés (remover problemas de pés suados e fedorentos).
Também fecha os poros e evita a transpiração frequente. Você também pode aplicar sacos de chá preto refrigerados para queimaduras e vermelhidão para aliviar erupções cutâneas, vermelhidão e coceira.

7. Alivia o estresse
O consumo de chá preto não só diminui a produção do hormônio do estresse, o cortisol, mas também o normaliza.
Além disso, o aminoácido l-theanine, encontrado neste chá, alivia o estresse e promove o relaxamento.
A ingestão de chá preto pode acelerar a recuperação após o estresse agudo, que de outra forma pode causar um risco maior de doenças crônicas, como a doença coronariana.

8. Cuidado Capilar
A cafeína, presente neste chá, bloqueia o DHT, o hormônio responsável pela queda de cabelo. O chá de alecrim tem efeitos similares.
Beber chá pode ajudar a promover o crescimento do cabelo e retardar a queda do cabelo.
Enxaguatórios de chá preto são excelentes para amaciar o cabelo e melhorar seu brilho e cor.
Você pode usar um borrifador ou aplicá-lo no couro cabeludo e lavá-lo com seu xampu e condicionador habituais após 20 minutos. É uma maneira natural e barata de tingir os cabelos grisalhos para que pareça saudável e brilhante.

9. Aumenta a Energia
A cafeína no chá preto aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro e estimula o metabolismo, fornecendo-lhe uma alta dose de energia.

10. Perda de Peso
O chá preto reduz os níveis de triglicérides e as gorduras viscerais.
Outros chás são também muito usados para servir de complemento à sua dieta equilibrada.
Assim algumas mudanças de estilo de vida, juntamente com o consumo de chá preto, ajudam na perda de peso. Também ajuda a evitar a obesidade induzida por inflamação.
O chá preto possui ainda muitos mais benefícios e é por isso que deve bebê-lo em vez de escolher um refrigerante ou uma bebida alcoólica.


Moda e tendência são coisas que eu não entendo nem um pouquinho.
Então, não se preocupem porque não é sobre isso que vou expor aqui.
É sobre o que meu novo corte de cabelo significa.

Dias antes do corte
Ah, mas é um corte de cabelo. Sim, até pode ser, mas nem sempre.
Cada corte de cabelo marca uma época da minha vida. Para algumas pessoas isso fica mais evidente, principalmente se você é do tipo que sempre quer mudar. Quando você olha as fotos, lembra logo do que aconteceu naqueles momentos, e de tudo que você sentia. Algumas características, como cheiro de algo, alguma peça de roupa, ou corte de cabelo te ajudam a lembrar daquelas sensações com mais facilidade.
Como meu cabelo estava em 2015
Em 2015 cortei meu cabelo bem curtinho, algo que eu não fazia desde quando era bem pequena, antes de embarcar na melhor experiência da minha vida até hoje. Foi uma época em que eu era muito feliz. Eu me sentia livre, independente, plena. Não houveram lágrimas ou sentimentos ruins. Era só amor, amizade e paz.
Com o passar do tempo, meu cabelo foi crescendo, voltei para a realidade pós-intercâmbio, e meu emocional não estava mais o mesmo.

Recentemente passei por momentos difíceis, reviravoltas na vida que eu não gostaria que tivessem acontecido. O ano está sendo um pouco complicado, último ano de faculdade, pressão vindo de todos os lados, principalmente de dentro de mim.
Além de tudo eu estava me sentindo pra baixo, não conseguia me ver bonita, ou ficar feliz. Decidi que era hora de mudar. Mudar te dá uma sensação de renovação. É como se toda a sua esperança fosse renovada através de um simples detalhe. Como se uma nova chance tivesse nascido dentro de você.
O tanto de cabelo que ficou pra trás.
E essa mudança se deu pelo meu corte de cabelo. Não era o objetivo, mas talvez tenha sido Deus que fez isso por mim, mas meu cabelo ficou muito semelhante ao que era em 2015. E eu me vi feliz mais uma vez. Eu lembrei de tudo que eu sentia, e vi que posso sentir isso novamente. Nada do que estou fazendo é em vão, eu vou conseguir alcançar meus objetivos, vou orgulhar meus pais, e vou me sentir completa mais uma vez.
Corte de cabelo atual
Pode até parecer bobagem, corte de cabelo não é algo revolucionário. Mas para mim foi importante. E por isso decidi compartilhar com vocês.

Tata.


Estamos em uma situação de crise financeira que parece que nunca vai embora.
Então, acho que dicas para economizar são sempre bem vidas.
Eu, particularmente, amo fazer compras online. Sou daquele tipo de pessoa que tem preguiça de ficar olhando em loja, sou mais objetiva, e acho muito mais prático comparar preços quando é na internet.
Pensando nisso, trouxe para vocês algumas dicas para economizar em compras online!

1. Pare, pense e planeje
Sim, pare, respire, e pense no que vai comprar. Não compre nada por impulso, só porque você viu o preço baixo ou algo do tipo, isso pode te levar a perder o controle e comprar mais do que você deveria. Faça uma lista do que você quer, e depois seja objetivo, vá em busca exatamente daquilo que você já necessitava.

2. Pesquise e compare preços
Às vezes a gente entra em um site e vemos um "descontão" no produto que queremos. Mas pode ser que esse super desconto não seja tão verdade assim. É sempre bom olhar em vários sites e comparar o preço, então não tenha pressa.
Existem ferramentas de busca que comparam sites e produtos, avaliam os preços, e tem até filtros por categorias. Os que eu mais uso são o Buscapé e o Zoom.

3. Ofertas relâmpago
Fique sempre em alerta! Ofertas relâmpagos podem ser uma ótima opção para você que tem mais disponibilidade de ficar na internet. Elas geralmente aparecem nos finais de semana, feriados e durante a madrugada, ou seja, onde há menos pessoas conectadas. Olhos sempre abertos!

4. Cupons descontos
Algo que sempre funciona comigo são os cupons desconto. Sempre que vou comprar algum produto, saio por aí procurando cupons desconto para aliviarem meu bolso. Já usei cupom desconto em compras de livros, roupas, sapatos e até passagens aéreas!
Um site que eu super indico é o CupomVálido.com.br! Eles tem descontos em sites como Saraiva, Centauro, Natura, Submarino, Americanas, Adidas e muuuuitos outros.
Não precisa de cadastro para utilizar e todos os cupons são gratuitos, então vale super a pena. Já salva aí na barra de favoritos e começa a usar.

5. Newsletter
Sabe aqueles e-mails que a gente recebe das lojas? Então, às vezes eles podem não ser tão chatos assim. Você tem mais chances de receber ofertas e promoções exclusivas, e antes de todo mundo saber. Assim você não corre o risco de encontrar o produto que você está querendo comprar esgotado.

6. Forma de pagamento
Fique de olho na forma de pagamento. Alguns sites oferecem um bom desconto caso você compre à vista ou no boleto. Outros dividem em até 12x sem juros, o que não é tão comum em lojas físicas. Sempre preste atenção nas formas de pagamento e escolha o que for mais vantajoso para você.


Gostaram das dicas? Já utilizavam alguma delas?
Comentem!

Tata.



Vamos falar sobre o Casamento Real.
Eu sei que você já deve estar de saco cheio de ouvir sobre a união de Meghan Markle e o Príncipe Harry, que aconteceu nesse sábado (19/05). Mas, calma, eu não vou falar sobre a decoração, a festa ou a cerimônia.
Eu vim falar sobre a importância desse casamento.

Fonte: Revista Donna
Meghan Markle é uma mulher birracial, filha de mãe negra, que casou com um príncipe britânico.
Tá, mas qual a relevância dessa informação?
Em 2014 saiu uma pesquisa falando que um terço dos britânicos admitiam ter preconceito racial.
Pensa no poder e a representatividade que essa mulher possui sendo agora oficialmente membro da Família Real. E em todos os desafios que ela terá que enfrentar.

Mas a presença negra não para somente na mais nova duquesa, ela continua.
Michael Curry, o bispo que celebrou o casamento e citou Martin Luther King, foi o primeiro negro a ser eleito presidente da Igreja Episcopal americana.
O coro gospel The Kingdom Choir, o qual apresentou uma versão de Stand by Me, de Ben E. King, é formado apenas por cantores negros. E, por sinal, foi uma apresentação emocionante.
Sheku Kanneh-Mason, violoncelista de apenas 19 anos, ganhador do prêmio de jovem instrumentista da BBC, em 2016, interpretou algumas músicas, entre elas Ave Maria, de Franz Schubert.

O ativismo feminista também se mostrou presente durante toda a celebração do casamento.
Vale lembrar que o feminismo defende, dentre muitos ideais, o direito de escolha da mulher sobre sua própria vida, ou seja, casar não a faz menos feminista.
Meghan quebrou o protocolo e entrou sozinha na capela, acompanhada apenas por dois pajens, passando uma mensagem de uma mulher decidida, independente e feminista. Ela também decidiu que a palavra "obedecer" seria omitida dos seus votos matrimoniais.

Muitos outros detalhes e quebras de protocolo, além dos que foram citados acima, caracterizaram essa união. Porém, eu só queria mostrar um pouco do que esse casamento simbolizou para vários grupos e várias lutas.
A duquesa de Sussex tem um grande desafio pela frente.
Esperamos que ela continue representando a comunidade negra, mostre que ser divorciada, feminista e afrodescendente não a diminui em nada, só revela sua forte personalidade e salienta que cada um de nós temos o nosso devido valor.

Fontes: G1, Veja, El País

Tata.


Eu amo quotes de livros e filmes.

Os autores tem uma sensibilidade incrível de traduzir em palavras o que estamos sentindo e não sabemos expressar.
Alguns também nos fazem pensar, e foi um quote que me ajudou a superar o fim de um relacionamento.
Fonte: Tumblr.
"- Às vezes as pessoas não tem noção das promessas que estão fazendo no momento em que as fazem. - falei.
O Isaac me lançou um olhar ferino.
- Tá, tem razão. Mas você cumpre a promessa mesmo assim. Amar é isso. Amar é cumprir a promessa mesmo assim. Você não acredita em amor verdadeiro?" - A Culpa é das Estrelas

Parece ser bobinho, mas foi algo que me fez pensar.
Eu sempre fui alguém que faz tudo para um relacionamento dar certo. Sempre me doei mais do que eu deveria, sempre me entreguei de corpo e alma. E, sempre cumpri todas as minhas promessas.

E, por mais que pareça algo pequeno, promessas são algo super importantes em qualquer relacionamento.
Quando você promete algo a alguém, esse alguém espera que o mínimo que você faça seja cumprir sua promessa.
Promessas criam expectativas, que geram uma ansiedade para que se cumpram, e podem gerar uma frustração caso quebradas. 
Quando isso acontece uma vez ou outra, tudo bem, é algo perdoável e pode até ser esquecido. 
Mas se isso vira uma rotina, a frustração toma conta do relacionamento, e com o tempo a relação fica desgastada, podendo até acabar

Foi isso o principal motivo do fim do meu relacionamento.
Cada mês que se passava, aquela promessa era mantida, o que gerava uma ansiedade dentro de mim, uma expectativa imensa, até que ele resolveu que era complicado demais manter a palavra. 
Criei expectativas em cima de um compromisso que foi desfeito
E era algo muito importante, por sinal.
Além disso existiam as várias pequenas promessas que eram quebradas ao longos dos dias, geralmente por causa de compromissos paralelos ou até esquecimento, como um "falamos mais tarde" mas o jantar demorava mais do que o esperado e o mais tarde era inviável, ou "te ligo amanhã" e o amanhã nunca chegava.
Com o tempo a gente cansa de esperar.
A gente deixa de acreditar que dessa vez será diferente.
E por mais que a gente deseje crer nas palavras mais uma vez, no fundo a gente sabe que vai ser decepcionado de novo.
No final, a gente deve tomar uma atitude para acabar com aquilo, ou nos acostumamos com as decepções diárias. Não aconselho a segunda opção

Quantas promessas você já fez? E quantas você já cumpriu

Para os cristãos...
"Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cum­pra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir." - Eclesiastes 5:4-5


Tata.


Lá vem a vegetariana falar outra vez de algo relacionado a vegetarianismo.

Desde que eu me tornei vegetariana sempre tem alguém que diz coisas do tipo:
"Você deixou de comer carne, mas a mesma quantidade de animais serão mortos pelas industrias"
"O que vai acontecer é mais carne ir pro lixo, a produção não vai diminuir"

Ou quando digo que dou preferências a produtos veganos:
"Os testes em animais sempre vão existir"
"Sempre tem algo que você veste ou usa que é testado ou vem de animais"
"Você pode até parar de usar, mas não vai adiantar"

Também escuto frases mais gerais como:
"Você não vai mudar o mundo"
"Você é uma pessoa, não altera em nada"

Será que isso é verdade?
Será realmente que devo fazer algo porque todo mundo faz? 
Ou porque ninguém vai deixar de fazer?

Mas, se eu influenciar uma pessoa a se tornar vegetariano, já é alguma coisa. E se essa pessoa influenciar outra? 
E, mesmo que eu não consiga fazer alguém ser vegetariano, mas reduzir o consumo de carne, já ajuda né?

É estimado que no Brasil, cerca de 5 milhões de pessoas pratiquem o veganismo. Pouco? Talvez.
Mas, levando em consideração que um vegetariano salva em média 370 animais por ano, 5 milhões salvam 1 bilhão e 850 milhões de animais anualmente!!! 
Os números refletem bastante na industria, e quanto mais pessoas se tornam vegetarianas, menos animais serão levados ao abate.

Quanto mais pessoas preferirem produtos de marcas veganas, menos lucro as empresas que ainda fazem uso desses testes vão ter, e mais alternativas serão criadas para que não haja a necessidade de se fazer testes de laboratório em animais
Sabia que já existem pesquisas sendo feitas para a criação de modelos de pele humana? Tudo para que futuramente os animais não sejam usados de maneira impiedosa em testes de cosméticos.

O que eu quero dizer com isso é, não importa o que os outros falem, cada mínima ação que você faça contribui para um mundo melhor e com menos crueldade.
Sua decisão faz toda a diferença!

Fontes: EstadãoMedium.

Tata.


A Thais B., do blog de unhas Esmaltecos, entrou em contato comigo e disse que queria colaborar com o blog com um guest post!
Gosto muito quando vocês mostram interesse em fazer o blog crescer, só mostra o quão meu trabalho vale a pena.
Espero que vocês gostem da postagem, e se alguém quiser colaborar também, mandar alguma crítica ou elogio, é só escrever para blogjesuistata@gmail.com.

Tata.

É comum os esmaltes descascarem e deixar aquele aspecto desleixado nas unhas. Isso acaba acontecendo pelo contato constante com água, usar as unhas como ferramenta para abrir objetos ou até mesmo pela aplicação de camadas grossas de esmalte nas unhas, e outros motivos.
Como o esmalte começa a descascar pela pontinha da unha, as manicures têm um truque especial para fazer o esmalte durar mais.

Conheça a seguir os truques do curso de manicure profissional, que ajuda a deixar suas unhas bonitas por mais tempo.

Aplicar base na ponta da unha
A base cria uma camada aderente que prepara as unhas para aplicação do esmalte, ela é importante para fazer o esmalte durar mais tempo. Ao aplicá-la também na pontinha das unhas, após finalizar a manicure, faz com que o esmalte fique protegido e dure por mais tempo, sem que comece a descascar na pontinha.

É certo “frisar” a pontinha da unha?
Quando vamos ao salão é comum percebermos que as manicures têm o hábito de “frisar” a ponta das unhas, que nada mais é do que limpar o esmalte da pontinha e deixar aquela linha branca na parte de cima, pois isso faz o esmalte durar mais. Não que isso seja errado, mas nem todas as mulheres gostam dessa aparência, uma dica nesse caso é fazer o uso da base, como citamos no parágrafo acima, o top coat também ajuda a fazer o esmalte durar mais.

A base, top coat e hábito de “frisar” a pontinha das unhas, ajudam a evitar que o esmalte entre em contato com a superfície e demore a se desgastar. 
Cuidado ao lixar a ponta da unha
Saber lixar as unhas de maneira certa faz toda a diferença na duração do esmalte e fixação do mesmo. Abandone os movimentos de “vai e vem” lixando as unhas na horizontal e apenas em uma direção, isso também previne que as unhas quebrem ou lasquem os cantinhos facilmente. Quando estiver com o formato feito, coloque a lixa na vertical e movimente-a de trás para frente com o objetivo de eliminar lasquinhas que facilitem o descascamento do esmalte. 

Cuidado com o esmalte
Usar esmaltes velhos e secos, ou passar camadas exageradas pode atrapalhar o resultado final da sua manicure e causar imperfeições no esmalte, além de fazer com que o esmalte não dure. Portanto, a dica é usar base antes da aplicação para deixar as unhas uniformes, passar no máximo duas camadas de esmalte e finalizar com top coat para selar.

Caso o esmalte que escolheu seja clarinho, aplique uma camada de esmalte cintilante ao fundo para evitar manchas e imperfeições. Se o esmalte for vermelho, também vale aplicar um esmalte cinza claro ou cintilante também, antes da cor. Esse truque ajuda a dar mais intensidade e evitar manchas e imperfeições.

Com esses truques as unhas decoradas duram por mais tempo e ficam com um acabamento de manicure profissional.

E vocês meninas, tem alguma dica para fazer o esmalte durar mais? Compartilhem as opiniões conosco nos comentários.



Quando algo dá errado é meio desesperador.
Fazemos planos e planos, e de repente tudo parece desmoronar.

O término de um relacionamento muitas vezes vai ser algo que vai te dar uma sensação ruim, principalmente se não foi você quem tomou a decisão de terminar.
Terminar algo que você queria que fosse para sempre não é fácil.
Dá aquela vontade de apagar tudo o que já foi vivido, para não ficar lembrando e sofrendo, tipo naquele filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças.
A gente pensa em todos os pontos que falhou, e o que fez de errado para acabar daquele jeito.
A gente revive cada momento, procurando por erros, que nem o Tom Hansen de (500) dias com ela.
Nos culpamos por algo que, às vezes, nem é nossa culpa.
Dá vontade de chorar, gritar, xingar...

Mas as vezes um término não é ruim, apesar de parecer ruim.
Não é porque acabou que você tem que apagar as memórias que construíram juntos.
Todo final é um recomeço, uma nova oportunidade de melhorar, de se conhecer melhor e aprender com os próprios erros.
Existem muitos motivos para um relacionamento chegar ao fim.
Talvez o sentimento tenha mudado.
Talvez os objetivos eram diferentes.
Talvez a relação tenha se desgastado.
Talvez uma das partes era muito imatura.
Talvez um não era forte o suficiente para aguentar a distância.
Talvez algum dos dois não estava preparado para um compromisso.

Existem muitos "talvez", mas não se apegue a eles.
Não tente reescrever algo que já foi escrito com caneta permanente.
Tente guardar tudo o que vocês viveram dentro de uma caixinha, e deixe lá por um bom tempo.
Quando lembrar, lembre com carinho, pense que tudo aquilo que viveram foi maravilhoso no momento que estava sendo vivido. Não se prenda à tristeza do final, mas à alegria dos acontecimentos compartilhados.
Lembre de todas aquelas frases clichês que agora fazem todo o sentido, como "que seja eterno enquanto dure", e "foi bom enquanto durou".
Seja grato por cada minuto que passaram juntos, por cada beijo, cada abraço, cada 'eu te amo'.

Como a Hazel Grace de A Culpa é das Estrelas disse:
"Não sou formada em matemática, mas sei se uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. [...] Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso".

Dói? Dói e muito. 
Como Augustus Waters de A Culpa é das Estrelas também falou "Esse é o problema da dor. Ela precisa ser sentida".
Mas a dor passa com o tempo.
Deixe o tempo levar os sentimentos ruins e pense nas cicatrizes como experiências necessárias para te fazer crescer e se tornar uma pessoa melhor.
Algum dia, no futuro, você vai entender o motivo pelo qual precisou passar por aquilo tudo.

E, para quem é cristão, lembre-se sempre que Deus está contigo.
"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia." - Salmos 46:1

Tata.


Sou vegetariana, como já disse algumas vezes aqui no blog, mas a verdade é que eu quero ser vegana daqui a um tempo.
Quando a gente mora com pessoas onívoras, que comem de tudo, e quando a gente não tem tempo de fazer a própria comida, é muito difícil se tornar vegano. Já foi difícil tirar os animais da minha alimentação, imagine tirar os derivados deles.
Eu também sou intolerante à lactose, então já é uma desculpa a mais para tirar pelo menos o leite da minha alimentação, mas mesmo assim é muito difícil.

Difícil porque eu não posso obrigar ninguém a cozinhar as coisas do jeito que eu quero. E, enquanto eu não tiver tempo para fazer meu próprio cardápio, tenho que comer a comida da minha mãe (não estou reclamando, a comida dela é a melhor do mundo!). Ela ainda me ajuda muito por eu ser vegetariana, cozinha várias coisas que possam substituir a carne, mas tirar todo o leite, ovos e demais derivados por minha causa é muito complicado.

Porém, eu consegui convencer minha mãe a fazer um queijo de batata que eu vi em um grupo no Facebook. E todo mundo aqui em casa gostou! Daí, minha mãe resolveu adaptar e fazer um queijo de inhame. Então, eu resolvi compartilhar a receita aqui com vocês!

Queijo de Inhame
Ingredientes: 
- 4 rodelas médias cozidas
- 2 colheres de sopa de polvilho azedo
- 1/4 de xícara de óleo ou azeite
- 1/2 xícara de água (usei a água do cozimento)
- 1 colher de sopa de suco de limão, sal a gosto.
- 1/2 colher de chá de açafrão
- Orégano a gosto.

Modo de fazer:
Coloca todos os ingredientes no liquidificador e bate bem com o inhame ainda quente.
Vai experimentando para acertar o sal e o azedinho com o limão.
Também ajuste a quantidade de açafrão ao seu gosto.
Já está pronto para ser consumido!

Depois de passar a noite na geladeira, ele ficou com a consistência igualzinha ao queijo minas comum.

Em processo de produção
Pronto para ir para geladeira
Prontinho em uma fatia de pão!
Gostaram da receita? Já comeram algum queijo vegano?

Tata.


Continuando a postagem anterior, vou falar o que eu fiz em Foz do Iguaçu nos dois últimos dias da viagem. Vou logo adiantando que os dois últimos dias foram bem menos intensos que os dois primeiros dias. Mas foram igualmente incríveis.

DIA 3
No terceiro dia, levantamos logo cedo e fomos em direção à Itaipu Binacional.
A Itaipu Binacional é uma usina hidrelétrica pertencente ao Brasil e ao Paraguai, a qual possui o título de maior usina hidrelétrica do mundo em geração de energia limpa e renovável.

Lá existem vários passeios, como o Circuito Especial, Visita Panorâmica, Polo Astronômico, Kattamaram, Iluminação da Barragem, e Refúgio Biológico. Eu só fiz a Visita Panorâmica.

Posso dizer que foi uma mistura de sentimentos. É tudo muito incrível, toda a engenharia da usina, a gente consegue vê o quão inteligente e capaz é o ser humano. Mas ao mesmo tempo a gente pensa nos impactos ambientais que foram causados por causa da construção daquela usina. Claro, precisamos de energia e, infelizmente, nenhuma fonte de energia é completamente limpa, todas elas trazem impactos, e algumas são caras demais que se tornam inviáveis. Hoje existe uma política ambiental na Itaipu Binacional. Eles tentam preservar a fauna e a flora, lança ações de reflorestamento e promove o desenvolvimento sustentável.
Porém existem medidas para correr atrás dos prejuízos ambientais causados pela instalação de hidrelétricas, e evitar a instalação de novas hidrelétricas.
"[...] os ambientalistas defendem a bandeira da redução do consumo. Pelas contas do educador ambiental Sérgio Dialetachi, coordenador da campanha de energia do Greenpeace, daria para economizar 40% da energia produzida no país com três medidas. Primeiro, instalando turbinas mais eficientes nas usinas antigas. Segundo, modernizando as linhas de transmissão e combatendo o roubo de energia. Terceiro, retornando ao comportamento da época do racionamento, em 2001, com equipamentos e hábitos menos gastadores. Tudo isso evitaria que novas hidrelétricas precisassem ser construídas, protegendo um pouco mais nosso planeta." Fonte: Mundo Estranho

Horários: Domingo a quinta, das 8:00 às 16:30; sexta e sábado, das 8:00 às 20:00.
Entrada da Visita Panorâmica: R$ 38 por pessoa (R$ 19 para crianças, idosos brasileiros, estudantes brasileiros, professores que trabalham no Brasil, jovens do CadÚnico, doadores regulares de sangue, pessoas com deficiência).
Mais tarde fomos à Ciudad del Este, no Paraguai, e a noite ao Duty Free da Argentina.
Uma parte bastante esperada por vários, as compras!
Eu não tenho muito o que falar aqui, não fomos preparados para comprar nada. Então não tenho nenhuma dica valiosa para dar.
Porém, digo que vale a pena pesquisar o que você quer comprar antes de ir, algumas coisas tem ótimos preços, mas outras não valem tão a pena assim, principalmente por causa do preço do dólar, que é a moeda que eles usam nas lojas para definir os preços das mercadorias (mesmo você podendo pagar em reais).
Então, se você tem o objetivo de comprar bastante, reserve o dia inteiro para passar na Ciudad del Este, e várias horas para passar no Duty Free da Argentina.

DIA 4
O quarto dia foi um dia bem tranquilo, fomos apenas ao Parque das Aves.
Eu tinha uma prova depois do feriado, então queria relaxar o suficiente para não voltar cansada e acabar não me dando bem na prova, por isso optamos em não fazer nada além.
"O Parque das Aves é um centro internacionalmente reconhecido de recuperação e conservação de aves, localizado em meio à rica e exuberante Mata Atlântica, vizinho ao Parque Nacional do Iguaçu. É um passeio essencial para quem visita Foz do Iguaçu, onde você vivenciará um contato direto com mais de 1400 aves, abrangendo cerca de 150 espécies diferentes." Fonte: Parque das Aves
Gostaria de deixar bem claro que o Parque das Aves não é um zoológico. É um centro de monitoramento e conservação das espécies de aves. Eles reproduzem espécies ameaçadas de extinção, tanto que já obtiveram sucesso na reprodução de 20 espécies ameaçadas.
O parque é uma instituição privada que não recebe recursos externos, então sua atuação em conservação é financiada com os recursos gerados pelos 800 mil visitantes por ano. Apesar de muitos ativistas acharem absurdo o uso de animais para a obtenção de recursos financeiros de qualquer forma, acho válido quando esse recurso é voltado diretamente para o bem estar dos animais, tendo em vista que eles cuidam dos animais da melhor forma possível e não há nenhum tipo de abuso no local.
Acho que essa foi minha parte preferida da viagem, juntamente com o Templo Budista.

Horários: Todos os dias, das 8:30 às 17:00.
Entrada da Visita Panorâmica: R$45  por pessoa (R$ 22 para idosos e estudantes brasileiros). Crianças até 8 anos tem direito a entrada gratuita.

Faltaram algumas coisas para tornar a viagem completa, porém quem sabe numa próxima oportunidade. Ainda tenho vontade de conhecer as Cataratas do lado argentino, e voltar no lado brasileiro para conhecer com mais profundidade.
E vocês, já foram em Foz do Iguaçu? Do que gostaram?

Tata.


Na semana santa fiz uma viagem com minha família, fomos a Foz do Iguaçu - PR.
Chegamos lá na manhã do dia 29 de março e voltamos no dia 02 de abril pela tarde.
No último dia não fizemos nada, pois o check out do hotel era para ser feito ao meio dia, e também não queríamos arriscar em sair e nos atrasar para pegar o voo de volta.
Então, ao todo, nosso passeio durou 4 dias.
Essa viagem foi bem sem planejamento e meio que de surpresa, meu pai inventou isso do nada, então não esperem muita coisa haha.
Vou dividir a viagem em dois posts para poder detalhar melhor.

DIA 1
Chegamos na manhã do primeiro dia e fomos direto para o hotel. Boa parte de nossa viagem foi através de uma agência, então o translado foi feito por ela. Chegando no hotel, nos acomodamos, saímos para almoçar e depois fomos para o primeiro passeio.
Fomos à Mesquita Islâmica, o Templo Budista e o Ecomuseu de Itaipu.

Ao chegar na Mesquita Islâmica, visitamos uma doceria árabe que fica em frente à mesquita, chamada Albayan.
Os doces são bons, não são muito doces e tem gostos peculiares. Não achei muito barato, mas acho que vale a pena a experiência.
Depois de provar os doces, entramos na mesquita. As mulheres tem que ir de calça ou saia longa, e tem que colocar um véu tipo o Hijab, para cobrir a cabeça. Lá tem uma senhora que explica um pouco sobre a doutrina islâmica, é bem interessante. Não se tem muito o que ver além da sala onde as pessoas fazem suas orações e a parte externa do templo.
Horário: Segunda a sexta, das 09:00 às 11:30, 14:00 às 16:00. Sábado das 09:00 às 11:30
Entrada: Gratuita.
 
Após a visita à mesquita, fomos ao Templo Budista, de longe meu ponto favorito do dia. Nunca tinha ido a um templo budista na vida, mas aquele lugar me trouxe paz. Ele foi construído em 1996, possui várias áreas verdes para fazer momentos de reflexão, se juntar em meditação, ou qualquer coisa do tipo. Existem várias estátuas de Budas espalhadas ao redor do templo, mais de 120 estátuas. É um lugar sensacional.
Lá tem uma lojinha onde eu comprei uma imagem do Buda da Compaixão.
Horário: Terça a domingo, das 9h30 às 16h30.
Entrada: Gratuita.
Mais tarde fomos ao Ecomuseu de Itaipu. Como vocês já podem imaginar, o museu conta a história da trajetória de criação do Itaipu Binacional, através de fotografias, peças e objetos da época. Eu não achei grande coisa, talvez porque eu não me interesse por esse tipo de engenharia, mas tem quem goste.
Horário: Terça a domingo, das 8h00 às 17h00.
Entrada: R$ 14 por pessoa (R$ 7 para crianças, idosos brasileiros, estudantes brasileiros, professores que trabalham no Brasil, jovens do CadÚnico, doadores regulares de sangue, pessoas com deficiência).
Após a visitação desses três lugares, voltamos ao hotel apenas para tomar um banho e depois fomos ao Marco das Três Fronteiras observar o pôr do Sol. Esse marco é o ponto de encontro dos três países, Brasil, Paraguai e Argentina. Lá está localizado um obelisco que foi fixado no centro da Praça das Três Fronteiras a mais de 100 anos. Existem apresentações de dança durante a noite, representando a cultura dos três países, é bem bonito. Também tem um restaurante e alguns carrinhos de comida. Particularmente, achei tudo bem caro lá, então nem jantei, só lanchei mesmo. Ficamos lá até as 22h e depois voltamos ao hotel.
É um lugar que vale a pena visitar.
Horário: Todos os dias, das 14h00 às 23h00.
Entrada: R$ 23,60 por pessoa (R$ 12,60 para crianças, idosos, estudantes, professores do estado do Paraná).

DIA 2
O dia começou com o passeio mais esperado, Cataratas do Iguaçu - lado brasileiro. Não sei se vocês sabem, mas as cataratas se localizam parte no Brasil e parte na Argentina. O lado argentino é bem maior e mais bonito, mas eu não tive a oportunidade de conhecer por falta de planejamento.
Bem, saímos do hotel por volta das 7h40, e quando chegamos lá já tinha uma fila imensa para comprar ingresso. Porém, dá pra comprar por uma maquininha de cartão, o que já te poupa horas de espera. Lá tem o ônibus do próprio parque, mas como a gente foi por agência de turismo, fomos transportados pelo ônibus.
A primeira parada foi o Macuco Safari, um passeio de barco que dura 20 minutos e que chega bem próximo às cataratas que custa rios de dinheiro, cerca de R$ 215, não me lembro exatamente, e a meia entrada só vale para crianças e idosos.
Primeiro, entramos em um carrinho elétrico e vamos em direção a uma trilha com o acompanhamento de um guia, que vai falando sobre a diversidade daquele local, da sua fauna e flora. Podemos seguir direto para o passeio de barco ou seguimos a pé por uma trilha bem bonitinha.
Depois vamos em direção ao barco, onde você pode escolher a opção seca ou a opção molhada. Fizemos a besteira de escolher a opção seca, não queríamos pagar um locker de 10 reais para guardar nossas coisas e nem passar o resto do dia encharcados. Não foi ruim, mas o problema é que depois deu uma chuva tão forte que nem valeu a pena ter nos poupado no passeio do macuco.
Se você não quiser levar sua câmera, eles tiram fotos com uma GoPro, mas é caríssimo, nem perguntei o preço pois levei minha GoPro.
A segunda parada foi a Trilha das Cataratas.
Gente, tivemos um azar danado. Primeiro, disseram que a caminhada era longa, mas na verdade ela era bem curta, o que fez a gente se adiantar. Começou a chover loucamente, e a gente se molhou todo, quase não vimos as cataratas por causa da chuva intensa. Durante a caminhada existem vários mirantes, e muitos animais da região andando livremente por lá, uma gracinha.
Quando a caminhada termina você chega na passarela que dá acesso à Garganta do Diabo. Outra besteira minha foi não ter ido nessa passarela, que é considerada a maior parte do passeio. Como eu disse, estava chovendo, frio, e eu estava me sentindo bastante desconfortável, então eu estava sem clima para ir ver as cataratas da passarela.

Existem outros passeios que não deu tempo de fazer, como o Passeio das Bananeiras e a Trilha do Poço Preto. Então eu aconselho a ir com bastante tempo e passar o dia todo lá.

Eu gostei muito do Parque Nacional do Iguaçu, mas achei tudo bem caro, preços bem abusivos, uma máquina de fazer dinheiro. Se você puder, acho que vale a pena gastar sim, mas eu não achei os preços justos.
Horário: Segunda a sexta, das 08:30 às 12:00, 13:30 às 17:30. Sábado das 08:30 às 12:00.
Entrada: R$ 37,60 para brasileiros (R$ 10 para crianças e idosos). Moradores de outros países do Mercosul pagam R$ 50,60 e de outros países, R$ 63,60. Moradores da região pagam R$ 12 (R$ 7 para crianças de 2 a 11 anos e idosos).

Mais tarde fomos ao Complexo Dreamland, onde fica localizado o Museu de Cera, Vale dos Dinossauros, Maravilhas do Mundo e o Dreams Ice Bar. Fomos apenas ao Maravilhas do Mundo e ao Icebar, pois já tínhamos ido ao Museu de Cera em Gramado, e é bem semelhante, e disseram que o Vale dos Dinossauros é bem infantil, então preferimos poupar dinheiro.
O Dreams Ice Bar é um bar de gelo, que foi inaugurado em dezembro de 2017, onde tudo lá dentro é feito de gelo, e a temperatura pode chegar a -11°C. Você pode permanecer lá dentro por até 30 minutos e é open bar. Eu gostei bastante, mas não passei mais de 10 minutos lá dentro. O passeio foi depois das cataratas e as nossas roupas ainda estava encharcadas, então a sensação térmica era muito pior, não aguentamos muito.
Maravilhas do Mundo é um museu bem legal, possui várias miniaturas de monumentos de diversas partes do  mundo, como a Torre Eiffel, o Cristo Redentor, e o Taj Mahal.

Horário: Todos os dias, das 08:00 às 18:00
Entrada: R$ 50 por pessoa para cada atração (R$ 25 para crianças, idosos estudantes, e professores)  porém existem descontos caso você compre o ingresso para mais de uma atração.

E assim terminou nosso segundo dia.

Tata.