Vamos falar sobre o Casamento Real.
Eu sei que você já deve estar de saco cheio de ouvir sobre a união de Meghan Markle e o Príncipe Harry, que aconteceu nesse sábado (19/05). Mas, calma, eu não vou falar sobre a decoração, a festa ou a cerimônia.
Eu vim falar sobre a importância desse casamento.

Fonte: Revista Donna
Meghan Markle é uma mulher birracial, filha de mãe negra, que casou com um príncipe britânico.
Tá, mas qual a relevância dessa informação?
Em 2014 saiu uma pesquisa falando que um terço dos britânicos admitiam ter preconceito racial.
Pensa no poder e a representatividade que essa mulher possui sendo agora oficialmente membro da Família Real. E em todos os desafios que ela terá que enfrentar.

Mas a presença negra não para somente na mais nova duquesa, ela continua.
Michael Curry, o bispo que celebrou o casamento e citou Martin Luther King, foi o primeiro negro a ser eleito presidente da Igreja Episcopal americana.
O coro gospel The Kingdom Choir, o qual apresentou uma versão de Stand by Me, de Ben E. King, é formado apenas por cantores negros. E, por sinal, foi uma apresentação emocionante.
Sheku Kanneh-Mason, violoncelista de apenas 19 anos, ganhador do prêmio de jovem instrumentista da BBC, em 2016, interpretou algumas músicas, entre elas Ave Maria, de Franz Schubert.

O ativismo feminista também se mostrou presente durante toda a celebração do casamento.
Vale lembrar que o feminismo defende, dentre muitos ideais, o direito de escolha da mulher sobre sua própria vida, ou seja, casar não a faz menos feminista.
Meghan quebrou o protocolo e entrou sozinha na capela, acompanhada apenas por dois pajens, passando uma mensagem de uma mulher decidida, independente e feminista. Ela também decidiu que a palavra "obedecer" seria omitida dos seus votos matrimoniais.

Muitos outros detalhes e quebras de protocolo, além dos que foram citados acima, caracterizaram essa união. Porém, eu só queria mostrar um pouco do que esse casamento simbolizou para vários grupos e várias lutas.
A duquesa de Sussex tem um grande desafio pela frente.
Esperamos que ela continue representando a comunidade negra, mostre que ser divorciada, feminista e afrodescendente não a diminui em nada, só revela sua forte personalidade e salienta que cada um de nós temos o nosso devido valor.

Fontes: G1, Veja, El País

Tata.


7 Comentários

  1. E isso que eu mas amo na vida,ela sempre nos surpreendendo,quem diria uma negra na familia real,com certeza e a maior prova que a vida nos da de que não importa sua cor,você sempre pode mais.Amei

    ResponderExcluir
  2. Amei a sua matéria. Eu amei esse casamento e fiquei muito feliz que aconteceu, justamente por todos os pontos que você mencionou. É muito importante termos uma representatividade como essa em um ambiente tão "tradicional" e antigo como a realeza. Com certeza ela é hoje uma das pessoas mais importantes da família real.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Esse casamento realmente deu o que falar e fiquei feliz em ver as diversas mudanças que ocorreram dentro da monarquia. O ponto alto pra mim, foi o coral... fiquei tão feliz de ver negros ocupando o castelo.

    ResponderExcluir
  4. Esse casamento deu mesmo o que falar. Nunca se viu uma cerimonia desse porte com tanta quebra de protocolo. Achei sensacional essa mistura de raças e a importância disso não só para os Britânicos mas para o mundo todo.

    ResponderExcluir
  5. eu bato palmas para esse casamento e tudo que envolveu nele, para agente ver que todos somos iguais !

    ResponderExcluir
  6. Eu amo essa Atriz agora Duquesa desde de quando assisti Suits a primeira vez ela simplesmente quebrou todas as barreiras possíveis deu um soco na cara da sociedade não so britânica mais Universal infelizmente o racismo é presente na nossa sociedade como um todo torcemos pra que todo o amor deles quebrem todas as barreiras e esteriotipos.

    ResponderExcluir
  7. Eu não sabia que ela tinha decidido que a palavra "obedecer" seria omitida dos seus votos matrimoniais, nossa realmente ele entrou na família real para fazer a diferença, eu amei o casamento dela e achei super lindo o coral gospel de negros que cantou lá!

    ResponderExcluir