Quando algo dá errado é meio desesperador.
Fazemos planos e planos, e de repente tudo parece desmoronar.

O término de um relacionamento muitas vezes vai ser algo que vai te dar uma sensação ruim, principalmente se não foi você quem tomou a decisão de terminar.
Terminar algo que você queria que fosse para sempre não é fácil.
Dá aquela vontade de apagar tudo o que já foi vivido, para não ficar lembrando e sofrendo, tipo naquele filme Brilho eterno de uma mente sem lembranças.
A gente pensa em todos os pontos que falhou, e o que fez de errado para acabar daquele jeito.
A gente revive cada momento, procurando por erros, que nem o Tom Hansen de (500) dias com ela.
Nos culpamos por algo que, às vezes, nem é nossa culpa.
Dá vontade de chorar, gritar, xingar...

Mas as vezes um término não é ruim, apesar de parecer ruim.
Não é porque acabou que você tem que apagar as memórias que construíram juntos.
Todo final é um recomeço, uma nova oportunidade de melhorar, de se conhecer melhor e aprender com os próprios erros.
Existem muitos motivos para um relacionamento chegar ao fim.
Talvez o sentimento tenha mudado.
Talvez os objetivos eram diferentes.
Talvez a relação tenha se desgastado.
Talvez uma das partes era muito imatura.
Talvez um não era forte o suficiente para aguentar a distância.
Talvez algum dos dois não estava preparado para um compromisso.

Existem muitos "talvez", mas não se apegue a eles.
Não tente reescrever algo que já foi escrito com caneta permanente.
Tente guardar tudo o que vocês viveram dentro de uma caixinha, e deixe lá por um bom tempo.
Quando lembrar, lembre com carinho, pense que tudo aquilo que viveram foi maravilhoso no momento que estava sendo vivido. Não se prenda à tristeza do final, mas à alegria dos acontecimentos compartilhados.
Lembre de todas aquelas frases clichês que agora fazem todo o sentido, como "que seja eterno enquanto dure", e "foi bom enquanto durou".
Seja grato por cada minuto que passaram juntos, por cada beijo, cada abraço, cada 'eu te amo'.

Como a Hazel Grace de A Culpa é das Estrelas disse:
"Não sou formada em matemática, mas sei se uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros. [...] Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso".

Dói? Dói e muito. 
Como Augustus Waters de A Culpa é das Estrelas também falou "Esse é o problema da dor. Ela precisa ser sentida".
Mas a dor passa com o tempo.
Deixe o tempo levar os sentimentos ruins e pense nas cicatrizes como experiências necessárias para te fazer crescer e se tornar uma pessoa melhor.
Algum dia, no futuro, você vai entender o motivo pelo qual precisou passar por aquilo tudo.

E, para quem é cristão, lembre-se sempre que Deus está contigo.
"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia." - Salmos 46:1

Tata.


11 Comentários

  1. Ei Tata ! Tudo bom ? Adorei o seu texto, e , principalmente suas referências. o Fim de uma relação sempre dói.

    ResponderExcluir
  2. Uau que texto Tata . Fim de relacionamento e chato e mais .Amei o Texto .
    https://gabbyteensilva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tatá,
    Muito bom o seu texto. Reflete exatamente como são os términos.
    Acho que todo fim é um recomeço... Tudo depende de como olhamos para a situação.

    Parabéns pelo blog!

    Beijos,
    Cacau.

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu texto, nos faz pensar, todo fim é sim um recomeço, é doloroso, chato e triste demais, porém, é o marco de uma nova fase...

    ResponderExcluir
  5. o final de qualquer relacionamento é sempre um novo desafio, adorei o seu texto

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, realmente o fim dói. Um ponto final sem esperar machuca! Adorei o post.

    ResponderExcluir
  7. Sei bem como é terminar um relacionamento, ainda mais quando e longo! Graças a Deus eu e meu marido separamos, mas nao conseguimos ficar tanto tempo longe e de certa forma essa separação foi boa pra amadurecer mais nossas mentes e fortalecer nosso amor! Parabéns pelo texto minha linda 😘

    ResponderExcluir
  8. "Mas as vezes um término não é ruim, apesar de parecer ruim." melhores palavras impossíveis. Meu ultimo relacionamento era total abusivo, e apesar de após depender muito dele, foi algo necessário e nem um pouco ruim. Parabéns pelo texto

    ResponderExcluir
  9. Uooou que texto! Bom, acho que todos nós um dia tivemos um término, seja ele de um relacionamento afetivo ou de uma amizade (quando a amizade é "verdadeira" acho que o sentimento é bem parecido) e assim como você disse, não devemos nos prender no motivo que levou a isso tudo mas sim nos lembrar dos momentos bons com carinho e tudo isso um dia será só uma lembrança boa, sem rancor, sem magoas <3

    ResponderExcluir
  10. Devemos sempre entender, que todo fim envolve um novo recomeço. E que se terminou, e porque Deus tem algo melhor. Amei o texto

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? Relacionamentos são difíceis em alguns momentos é preciso ter respeito, paciência, compreensão, e o mais importante não desistir. Se mesmo assim não der certo precisamos ser fortes e seguir em frente. Dói? Com certeza. Mas acredito que tudo o que nos acontece nos ensina algo. É preciso saber enxergar isso. Seu post ficou ótimo. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir